ISSN 0104-9313 versão impressa
ISSN 1678-4944 versão online

SOBRE ESTA REVISTA

 

Informações básicas

Mana: Estudos de Antropologia Social é uma publicação semestral (publicada em abril e outubro) organizada pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS-Museu Nacional), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1999 completou cinco anos de existência.

Mana destina-se à apresentação e discussão de pesquisas e trabalhos que contribuam para a compreensão da realidade sociocultural e para o desenvolvimento da Antropologia, procurando colocar o leitor em contato com os mais importantes temas e questões contemporâneos da disciplina.

A revista publica trabalhos inéditos (com resumos em português e inglês), elaborados no contexto das diversas áreas do conhecimento relacionadas com a Antropologia Social em seu sentido mais amplo. Especial atenção é concedida a trabalhos que contribuam para a investigação e esclarecimento de aspectos fundamentais da sociedade e cultura brasileiras, buscando, ao mesmo tempo, captar sua singularidade e inseri-los no contexto global mais amplo de que fazem parte.

As posições expressas em artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores.

Mana nasceu precisamente da constatação do escasso reflexo - nas revistas especializadas de nosso país - do dinamismo da Antropologia no contexto do debate acadêmico internacional e da importância da disciplina no desenvolvimento das ciências humanas no Brasil. Mana nasceu, assim, com a ambição de iniciar uma nova forma de intervenção no debate intelectual, fundada na concepção de que é possível criar um espaço voltado simultaneamente para a divulgação e confrontação de resultados de pesquisa e idéias.

Essa ambição se exprime na própria estrutura da revista, que, além de artigos de fundo, publica conferências, debates, entrevistas, uma seção de artigos bibliográficos e outra de resenhas. A realização de nossos objetivos tem sido amplamente apoiada por uma expressiva parcela da comunidade científica nacional e internacional, que, como autores, pareceristas e leitores, estão contribuindo para fazer de Mana um veículo dinâmico de circulação de idéias. Cabe destacar que Mana recebeu do CNPq avaliação I-A, sendo considerada uma revista de nível internacional.

A revista nasceu de uma iniciativa dos professores do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (Museu Nacional). O PPGAS, criado há 30 anos na Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi o primeiro programa de pós-graduação em antropologia social no Brasil, e sua fundação marcou o início de uma nova fase no ensino e pesquisa da disciplina no país.

O PPGAS consolidou-se como um dos principais focos de reflexão e produção acadêmicas nos distintos campos da antropologia social. Além disso, tornou-se um importante elo entre a produção antropológica nacional e internacional. Pensamos ter chegado o momento de tornar mais acessíveis os resultados desses processos e intercâmbios e, ao mesmo tempo, abrir caminhos para sua expansão e aprofundamento. É nesse sentido que a criação de um periódico, ao mesmo tempo especializado e também voltado para leitores situados fora do campo da antropologia, foi por nós imaginada e concretizada. Trata-se de transpor para o plano editorial a experiência acumulada ao longo dessas três décadas.

Com o nome da revista, Mana, procuramos indicar duas direções. De um lado, uma relação com a tradição de nossa disciplina, com seus textos e autores fundamentais, inspiradores de uma forma de conceber a antropologia como disciplina atenta às várias dimensões da vida social e cultural - ao mesmo tempo rigorosa em termos teóricos e metodológicos e questionadora das fronteiras disciplinares que dividem arbitrariamente uma experiência que é vivida como total. De outro, uma relação com o futuro: nossa ambição é que a força de nossa publicação, seu mana, seja capaz de estimular a produção acadêmica e o amplo debate de idéias, transformando-se em instrumento para o desenvolvimento e a contínua renovação da reflexão antropológica.

As ambições de Mana - divulgar debates atuais da disciplina e estimular a pesquisa e a reflexão teórica - se refletem na organização de cada número da revista, integrado não só por artigos, mas também por conferências, debates, entrevistas e uma seção de ensaios bibliográficos e resenhas. A abrangência nacional da publicação e sua projeção internacional, transcendendo marcos institucionais mais estreitos, estão garantidas pela composição de seu Conselho Editorial e pela qualidade das contribuições, sujeitas a rigorosas normas de avaliação e publicação.

A experiência do PPGAS é parte da história da produção antropológica nacional e internacional, um importante ponto de encontro entre elas. Mana nasceu dessa história e aspira transformar-se em um novo capítulo dela. Fica aqui o convite para todos os que queiram se somar à tarefa de escrevê-lo.

A abreviatura de seu título é Mana, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências bibliográficas.

 

Fontes de indexação

Mana está indexada em:

  • Anthropological Index

  • Clase - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades

  • DataÍndice

  • Sociological Abstracts

  • Linguistics and Behaviour Abstracts

  • Social Planning / Policy & Development Abstracts

 

Copyright

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta revista poderá ser reproduzida ou transmitida sem a permissão dos Editores.

 

Patrocinadores

Mana tem o apoio das instituições:

  • Programa de Apoio a Publicações Científicas do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)

  • Fundação Universitária José Bonifácio (FUJB/UFRJ)

 

[Home] [Corpo editorial] [Instruções aos autores] [Assinaturas]

Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social
Quinta da Boa Vista s/n - São Cristóvão
20940-040 - Rio de Janeiro RJ - Brasil
Tel: +55 21 2568-9642
Fax: +55 21 2254-6695


revistamana@alternex.com.br