Silvana Polchlopek SILVANA POLCHLOPEK

SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 special edition author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Interface - Comunicação, Saúde, Educação

Print version ISSN 1414-3283

Abstract

POLI NETO, Paulo  and  CAPONI, Sandra N.C.. A medicalização da beleza.Translated bySilvana Polchlopek. Interface (Botucatu) [online]. 2007, vol.3Selected edition, pp. 0-0. ISSN 1414-3283.

A supervalorização da aparência física é acompanhada pelo crescimento de uma medicina da beleza. Neste estudo investiga-se como a Cirurgia Plástica Estética aborda a aparência por meio da análise de discurso das revistas Aesthetic Surgery Journal e Aesthetic Plastic Surgery, em 2003 e 2004. Três categorias foram analisadas: como define seu objeto de estudo; em que padrões de beleza baseia a intervenção; e como explica a demanda pela cirurgia. A racionalidade que sustenta o discurso é a biomédica, que se estrutura em torno de uma teoria das doenças e de uma construção dual entre normal e patológico. Os padrões de beleza constroem-se com base em normas biológicas e de estudos antropométricos, e não de normas sociais de beleza. A motivação para as intervenções estéticas proviria de uma baixa auto-estima, naturalizada, resultante da desconformidade do corpo em relação às normas. No sentido emprestado à medicalização neste estudo, conclui-se que há uma apropriação de variações ou anomalias da aparência física pela racionalidade biomédica, o que permitiria discursar sobre o tema em termos de saúde/doença, normal/patológico.

Keywords : Medicalização; Cirurgia plástica; Indústria da beleza; Imagem corporal.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · pdf in English