Meryl Adelman MERYL ADELMAN

SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 special edition author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Sociologia e Política

Print version ISSN 0104-4478

Abstract

ZAVERUCHA, Jorge. A fragilidade do Ministério da Defesa brasileiro.Translated byMeryl Adelman. Rev. Sociol. Polit. [online]. 2006, vol.2Selected edition, pp. 0-0. ISSN 0104-4478.

O presente artigo apresenta os diversos momentos por que passou o Ministério da Defesa, desde sua criação no segundo mandato presidencial de Fernando Henrique Cardoso (1999-2002) até o atual governo de Luís Inácio Lula da Silva (2003-2006), com os respectivos ministros da Defesa. Visto como uma etapa importante na reconstitucionalização do país, na medida em que prevê a submissão dos comandantes das Forças Armadas a um ministro civil, e embora alguns analistas considerem que essa submissão de fato ocorre, procuramos indicar as resistências e as insubordinações militares ao poder civil, provenientes de um legado autoritário. Na medida em que o Ministério da Defesa não consegue implementar uma política própria, em que os militares seguiriam as orientações dos civis, o artigo conclui considerando a fragilidade política e institucional do Ministro da Defesa, civil, ante o os comandos militares, que conservam alto grau de autonomia decisória em relação à estrutura do Ministério.

Keywords : Ministério da Defesa; Forças Armadas; democracia; legado autoritário; autonomia decisória.

        · abstract in English | French     · text in English     · pdf in English