Marcos Fernandes Gonçalves MARCOS FERNANDES GONCALVES

SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 edição especial índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

Compartilhar


Kriterion: Revista de Filosofia

versão impressa ISSN 0100-512X

Resumo

PARRAZ, Ivonil. O disfarce da força.Traduzido porMarcos Fernandes Gonçalves. Kriterion [online]. 2007, vol.3Selected edition, pp. 0-0. ISSN 0100-512X.

Neste artigo pretendemos analisar a definição de justiça que Pascal oferece, tal como ela se apresenta no "reino da concupiscência". Para ele, a justiça é "prevenção da sedição" (La 66; B.326). Prevenir qualquer revolta é a garantia da paz no Estado. Para tanto, não basta a arte do bem governar, ressaltada nos "Trois discours sur la condition des grands", é preciso usar a força. Ora, como a força não se deixa manipular por se tratar de uma qualidade palpável, ao passo que a justiça se presta a isso, por ser uma qualidade espiritual, manipula-se a justiça para justificar a força. Esvaziado o velho conceito de justiça: "dar a cada um o que lhe é devido", esta passa a ser o disfarce da força.

Palavras-chave : Justiça; Força; Costume; Concupiscência.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês